O festival – São paulo

Festival Transcendência > O festival – São paulo

Após sucesso de crítica e público em Brasília, em sua 6ª. edição, que aconteceu no mês de novembro (de 12 a 22), o Festival Internacional Cinema e Transcendência – evento que reflete sobre arte e espiritualidade - promete repetir a dose, agora, na capital paulista, em sua primeira edição.

O Festival chega a são Paulo coerente com sua proposta original de ampliar níveis de consciência através da arte, sempre acrescido daquilo que é a sua marca: a liberdade na escolha dos filmes e a criatividade no formato da realização.

Além da exibição de 23 filmes de longas-metragens, média e 3 curta metragens, o evento promove atividades paralelas com o objetivo de expandir as formas de sentir e criar, despertando outras maneiras de fazer e ver cinema. A programação inclui filmes, apresentações musicais e atividades culturais onde a troca de experiências proporciona a reflexão e o aprendizado.

Este ano, identificado na agenda subjetiva da cultura universal e da arte que transcende a materialidade simplória como o ano do falecimento de João Gilberto, o Festival tem a honra de homenageá-lo e caracterizar esta edição como tendo a música por destaque. É a primeira vez em que o Festival faz um tributo explícito a um artista cuja obra reconhecemos e exaltamos como de transcendência inigualável.

O Festival Internacional Cinema e Transcendência – São Paulo convida o público a celebrar este encontro com o cinema, a música, a arte e a transcendência.

Evento dedicado ao livre pensamento, o FESTIVAL INTERNACIONAL CINEMA E TRANSCENDÊNCIA busca apresentar diferentes reflexões sobre a experiência humana na Terra. A programação aposta em títulos que promovem o autoconhecimento, ampliando a discussão sobre temas como consciência, ecologia, sociedade, desenvolvimento humano, espiritualidade, além de dialogar sobre o papel da arte como mediadora entre o sentido estético e a experiência transformadora.

Além dos filmes selecionados dentre os inscritos, a curadoria trabalhou com títulos convidados, produzidos em diferentes anos e países, consagrados e de vanguarda, que abordam diversos aspectos da transcendência. Como inspiração, as palavras do realizador chileno Alejandro Jodorowsky, um dos patronos permanentes do festival: “O cinema é um instrumento poderoso capaz de transformar almas e mentes”. Este potencial de comunicação do cinema e sua capacidade profunda de acessar emoções humanas levaram o cineasta e músico André Luiz Oliveira a idealizar o FESTIVAL INTERNACIONAL CINEMA E TRANSCENDÊNCIA. Segundo já afirmou, a intenção é expandir consciências: “Neste Festival estão ficções, documentários, experimentais, dramas e lutas, que refletem o mundo caótico em que vivemos, entretanto e acima de tudo, um mundo solidário, propositivo, em permanente movimento e transformação”, disse André.